Menu

Jardim

Sem-Fins Catalpa E Vespas Parasit√°rias

Um dos melhores inseticidas naturais é aquele que você não precisa comprar, misturar ou mesmo aplicar. Pequenas vespas parasitas usam os vermes catalpa como uma incubadora viva para seus ovos e viveiro para suas larvas recém-nascidas. Os vermes catalpa são pragas da árvore catalpa (espécie catalpa), alimentando-se das folhas das árvores, às vezes…

Sem-Fins Catalpa E Vespas Parasit√°rias


Neste Artigo:

√Ārvores catalpa mon√≥icas n√£o requerem outra √°rvore para poliniza√ß√£o cruzada.

√Ārvores catalpa mon√≥icas n√£o requerem outra √°rvore para poliniza√ß√£o cruzada.

Um dos melhores inseticidas naturais é aquele que você não precisa comprar, misturar ou mesmo aplicar. Pequenas vespas parasitas usam os vermes catalpa como uma incubadora viva para seus ovos e viveiro para suas larvas recém-nascidas. Os vermes catalpa são pragas da árvore catalpa (espécie Catalpa), alimentando-se das folhas da árvore, às vezes até o ponto de desfolhação.

√Ārvores Catalpa

As duas esp√©cies prim√°rias catalpa dos EUA s√£o ambas √°rvores nativas - catalpa speciosa (Catalpa speciosa), que cresce nas zonas de resist√™ncia 4 at√© 8 do Departamento de Agricultura dos EUA, e catalpa bignonioides (Catalpa bignonioides), que cresce nas zonas 5 a 9 do USDA. Pronunciado ‚Äúcatawba‚ÄĚ, seus nomes comuns incluem ‚Äúcharuteiro‚ÄĚ, por causa de suas longas vagens de sementes, e ‚Äúpeixe-isca‚ÄĚ, porque as lagartas que se alimentam de suas grandes folhas s√£o coletadas por entusiastas da pesca. As √°rvores Catalpa s√£o as √ļnicas plantas hospedeiras das lagartas catalpa, comumente chamadas de vermes catalpa.

Vermes de Catalpa

Os vermes catalpa s√£o a fase larval da mariposa da catalpa (Ceratomia catalpae). A tra√ßa feminina da esfinge p√Ķe ovos em grupos na parte inferior das folhas do catalpa. Quando os ovos eclodem, os vermes que emergem normalmente t√™m corpos pretos e amarelos e uma estrutura semelhante a um chifre no final do abd√īmen. T√≠pica de outros chamados "hornworms", esta estrutura n√£o √© uma espinha venenosa, mas apenas uma t√°tica assustadora de apar√™ncia sinistra para afastar os predadores. No entanto, a t√°tica de intimida√ß√£o n√£o funciona para uma min√ļscula vespa de 1,2 cm que √© aproximadamente 6 vezes menor do que a minhoca catalpa de 3 polegadas de comprimento.

Vespas Parasit√°rias

Vespas parasitas tamb√©m s√£o chamadas de vespas bracon√≠deas porque pertencem √† fam√≠lia dos insetos Braconidae. Esses insetos ben√©ficos, que incluem mais de 1.900 esp√©cies norte-americanas, ajudam a controlar as pragas das plantas, parasitando-as. Embora o verme catalpa seja um hospedeiro de numerosas esp√©cies de bracon√≠deos, seu principal predador √© Cotesia congregatus (sin√īnimo Apanteles congregatus). Uma vespa f√™mea deposita seus ovos dentro do corpo de um verme catalpa, onde eles eclodem em larvas que se alimentam do interior do verme. Quando as larvas est√£o prontas para pupar, elas saem do verme e giram pequenos casulos que eles prendem nas costas do verme. Surpreendentemente, mesmo que as larvas tenham comido tecido vermicular interno, a lagarta geralmente ainda est√° viva quando os casulos est√£o presos √†s suas costas. Sua morte √© inevit√°vel, por√©m, e as vespas que eclodem dos casulos buscam novos vermes catalpa nos quais depositam seus ovos.

Considera√ß√Ķes

Vespas Braconid s√£o inofensivas para as pessoas porque n√£o picam. O curto ciclo de vida de seis semanas da tra√ßa catalpa sphinx possibilita que tr√™s ou quatro gera√ß√Ķes ocorram em um √ļnico ano, o que significa que ovos, larvas, pupas e tra√ßas adultas de diferentes gera√ß√Ķes podem estar presentes de uma s√≥ vez no mesmo per√≠odo. √°rvore. A prol√≠fica produ√ß√£o de sementes da √°rvore catalpa, juntamente com sua alta taxa de germina√ß√£o, a coloca em algumas listas invasivas de esp√©cies de plantas. Em outras √°reas onde ainda n√£o √© uma amea√ßa invasiva, pode estar na lista de observa√ß√£o por seu potencial invasivo.


Guia De Vídeo: .

O Artigo Foi √ötil? Diga A Seus Amigos!

Leia Mais:

Adicionar Um Coment√°rio