Menu

Jardim

Tipos Comuns De Algas Da √Āgua Da Lagoa

As lagoas de quintais s√£o ambientes ricos em nutrientes, normalmente cheios de plantas e criaturas aqu√°ticas. Quando voc√™ combina √°gua, luz solar e os nutrientes certos, todos os tipos de plantas podem prosperar, incluindo algas. Um n√ļmero de algas se desenvolve rapidamente em lagoas de quintal f√©rteis, mas estas podem ser categorizadas em alguns tipos principais‚Ķ

Tipos Comuns De Algas Da √Āgua Da Lagoa


Neste Artigo:

Cerca de 17.400 espécies de algas foram identificadas, e acredita-se que milhares mais provavelmente existam.

Cerca de 17.400 espécies de algas foram identificadas, e acredita-se que milhares mais provavelmente existam.

As lagoas de quintais são ambientes ricos em nutrientes, normalmente cheios de plantas e criaturas aquáticas. Quando você combina água, luz solar e os nutrientes certos, todos os tipos de plantas podem prosperar, incluindo algas. Várias algas se desenvolvem rapidamente em lagoas de quintais férteis, mas elas podem ser categorizadas em alguns tipos principais com base em suas características.

Algas Planct√īnicas

As algas planct√īnicas flutuam na camada superior da √°gua da sua lagoa. Eles s√£o compostos de pequenas plantas que fazem a √°gua parecer verde p√°lida a marrom. A presen√ßa desta alga pode causar um odor desagrad√°vel em sua lagoa. As algas planct√īnicas podem esgotar a √°gua do seu lago de oxig√™nio. Sem oxig√™nio, as criaturas aqu√°ticas em sua lagoa podem morrer. Existem tamb√©m algumas esp√©cies desta alga que podem ser t√≥xicas para animais e humanos. Os g√™neros planct√īnicos comuns incluem Anabaena, Chlorella, Pediastrum, Scenedesmus e Oocystis.

Algas Filamentosas

Algas filamentosas, ou espuma de lagoa, aparecem em esteiras na superfície da sua lagoa, onde subiu a partir do fundo. Você também pode ver algas filamentosas em rochas, troncos e ao longo das bordas de sua lagoa. Os filamentos dentro dessa alga parecem fios verdes ou cabelos, mas são na verdade uma série de células conectadas. Os gêneros comuns de algas filamentosas incluem Spirogyra, Cladophora, Rhizo-clonium, Mougeotia, Zygnema e Hydrodictyon.

Diatom√°ceas Coloniais

Diatom√°ceas coloniais geralmente crescem em col√īnias, e as paredes de cada c√©lula dentro dessas algas s√£o feitas de s√≠lica, que √© um mineral. Voc√™ encontrar√° diatom√°ceas coloniais na areia ou no concreto ao redor de sua lagoa, onde elas produzem coberturas pegajosas, de cor marrom a acinzentadas.

Algas Resistentes

Muitas algas comuns s√£o controladas facilmente com algicidas, mas as algas resistentes s√£o aquelas que s√£o extremamente dif√≠ceis de controlar porque possuem mucilagem protetora que resiste √† penetra√ß√£o de subst√Ęncias qu√≠micas. As algas resistentes podem ser de dois tipos: Lyngbya ou pithophora. As esp√©cies de algas Lyngbya formam aglomerados verdes, pretos ou cinzentos, compostos por milhares de c√©lulas que podem ser encontradas no fundo da lagoa ou flutuando ao longo da superf√≠cie. Pithophora √© uma alga filamentosa verde escura, muitas vezes referida como algas de crina de cavalo. Ela cresce em grosso e emaranhado de filamentos que se assemelham a l√£ de a√ßo. Devido √† sua alta produ√ß√£o de c√©lulas reprodutivas, as algas pithophora crescem prolificamente no fundo das lagoas e, √†s vezes, na superf√≠cie da √°gua.

Algas tóxicas

As algas t√≥xicas s√£o tipicamente esp√©cies que formam uma flor azul-esverdeada que podem causar doen√ßas ou morte a animais de estima√ß√£o, animais selvagens, plantas e seres humanos, produzindo subst√Ęncias venenosas dentro das c√©lulas. Muitas lagoas desatendidas ou mal conservadas cont√™m algumas dessas formas de algas t√≥xicas. Ap√≥s o contato com essas algas, seja por ingest√£o ou contato, sintomas como erup√ß√Ķes cut√Ęneas e dores de cabe√ßa; problemas de est√īmago, como n√°useas, v√īmitos e diarr√©ia; febre, dores no corpo e irrita√ß√£o nos olhos, nariz e garganta podem ocorrer.

Controle Cultural

Os algicidas qu√≠micos podem fornecer controle de curto prazo da maioria dos tipos de algas de lagoa, mas esta n√£o √© uma solu√ß√£o ideal a longo prazo. As algas normalmente s√£o bact√©rias, e s√£o capazes de r√°pido crescimento e reprodu√ß√£o, de modo que os nutrientes liberados na morte de algas tratadas podem resultar apenas em mais da mesma esp√©cie. Algas decompostas tamb√©m consomem oxig√™nio da √°gua, que √© necess√°ria para plantas valiosas e criaturas aqu√°ticas. Uma solu√ß√£o melhor √© reduzir a quantidade de f√≥sforo e nitrog√™nio que entram na lagoa. Deixe um cal√ßo de 25 a 50 p√©s de largura, de vegeta√ß√£o nua e imperturb√°vel ao redor da borda da lagoa. N√£o aplique nutrientes na forma de fertilizantes ou material org√Ęnico a esta zona tamp√£o. Lagoas sem este tamp√£o podem erodir, e os sedimentos entram na lagoa carregando nutrientes que as algas podem usar para se estabelecer.


Guia De Vídeo: PRAIAS QUE BRILHAM - UM MAR CHEIO DE ESTRELAS.

O Artigo Foi √ötil? Diga A Seus Amigos!

Leia Mais:

Adicionar Um Coment√°rio